RINOPLASTIA – Plástica do nariz

Vídeo explicativo

Folder informativo


A cirurgia de nariz poderá visar tanto a correção de imperfeições de formas (estética), como a correção de defeitos de função, através da atuação sobre um desvio de septo, hipertrofia de cornetos ou levantamento de uma ponta excessivamente caída.
Existe um equilíbrio estético entre o nariz e a face, que deverá ser estudado, a fim de que se possa dar ao nariz a melhor forma possível. Sempre que se atua sobre a forma do nariz, é importante fazê-lo tendo em vista o formato do rosto do paciente. O resultado deve ser o mais natural possível.
Muitas vezes o paciente já vem com uma foto de um nariz que ele gostaria de ter. Mas, isto nem sempre é possível, pois deve-se respeitar as proporções da face, evitando-se um nariz muito pequeno em um rosto grande, e vice-versa.

Além do tamanho, também outros detalhes de forma, deverão ser considerados, pois um nariz que é maravilhoso em uma pessoa, poderá ficar disforme e feio, em outra.
Como toda cirurgia, também as Rinoplastias deixam cicatrizes. Às vezes, necessitamos de uma pequena cicatriz externa, na columela nasal, que na maioria das vezes fica muito discreta. Em casos especiais, como por exemplo, nas reduções das asas nasais, existem duas pequenas cicatrizes nos sulcos das asas nasais, que ficam praticamente imperceptíveis.
Geralmente a cirurgia do nariz interfere na respiração, no sentido de melhorá-la, pois irá proporcionar um fluxo de ar mais adequado. Logo após a cirurgia poderá haver uma obstrução relativa, mas isto será devido ao inchaço natural ou crostas internas, que irão desaparecer com os cuidados pós-operatórios.

O pós-operatório é praticamente indolor. Algum pequeno incômodo é facilmente controlado com analgésicos comuns.
Quanto a anestesia: tanto poderá ser usada a Anestesia Geral como a Local, porém damos preferência a Anestesia Geral, por proporcionar mais conforto ao paciente.
Com relação a internação hospitalar, se o paciente internar-se no dia da cirurgia, sua permanência será apenas de um dia. Em casos excepcionais, poderá inclusive ter alta no mesmo dia.

 

PRÉ-OPERATÓRIO

Não tomar nenhuma medicação que contenha ácido acetil salicílico (AAS, Rhonal, Buferin,Aspirina, etc.) 1 semana anterior a cirurgia, porque aumenta o sangramento.
Medicação para emagrecer deve ser suspensa 15 (quinze) dias antes da cirurgia.
Medicação para hipertensão e outras doenças, deve ser informada ao cirurgião para posterior orientação.
Não fumar durante 30 dias antes e 30 dias após a cirurgia.
Parar com anticoncepcional ou reposição hormonal 30 dias antes da cirurgia.

 

PÓS-OPERATÓRIO

Nesse período pós-operatório não deverá assoar o nariz nem tomar sol diretamente sobre o rosto.
Espirros deverão ser desviados para a boca.
O uso de óculos deverá ser evitado também nestes primeiros 60 dias e se for indispensável usá-los, evitar o apoio no nariz e segurá-los com a mão.
A completa cicatrização dos ossos ocorre em torno de 30 a 45 dias.

Curativos: A limpeza da cavidade nasal deve ser feita com a utilização de um conta-gotas ou seringa de 3ml com soro fisiológico (NaCl 0,9%), conforme orientação da equipe da clínica salute/hospital.

Dor: Não é muito intensa na cirurgia do nariz. O desconforto ocorre em função do inchaço, que é intenso, e do tampão nasal qeu deve ser retirado entre 24 a 72 hs. A respiração é predominantemente bucal nos primeiros dias. Estes sintomas são passageiros e irão melhorar com analgésicos comuns prescritos e cuidados pós-operatórios.

Repouso: Nos primeiros dias, o repouso deverá ser com o troco elevado a 45º (evitar o decúbito lateral).

Sol: O paciente não deverá se expor ao sol durante 30 dias, exceto curtas exposições sob proteção de filtro solar 30 ou mais.
Funções respiratórias: Raramente as funções respiratórias ficam prejudicadas após a cirurgia. Alguma dificuldade pode ocorrer no pós-operatório imediato, devido ao edema ou presença de crostas.

Edemas: É normal a permanência de edema externo (inchaço) até 6 meses após a cirurgia, sendo mais importante nos primeiros 2 meses, quando recomenda-se não usar óculos (de grau ou sol).

Ginástica ou esportes: Ginástica ou esportes são recomendados com cuidado após 30 dias para que não ocorram traumas nasais.
Toda cirurgia apresenta um período próprio de recuperação. Dê tempo ao tempo que o seu organismo se encarregará de dissipar todos estes pequenos transtornos que infalivelmente chamarão a atenção de alguma pessoa estranha, que não se furtará à observação: “Será que isto vai desaparecer?”. É evidente que toda e qualquer preocupação de sua parte, poderá ser a nós transmitida. Daremos os esclarecimentos necessários para sua tranquilidade.

RESULTADO FINAL
Inicialmante, durante os primeiros quatro meses pós-cirúrgicos, a região apresentá-se um pouco edemaciada (inchada), mas com o passar do tempo, vai havendo uma acomodação gradativa de tecidos orgânicos.
O resultado final é considerado após 6 meses da cirurgia, devido ao edema prolongado. Só, então, deverá ser feita a fotografia e avaliação final.

 

Qualquer dúvida contate sempre nossa equipe.

Sociedade Brasileira de Cirurgia PlásticaFMBUPMCNew York UniversitySBACVUniversidade Estadual de LondrinaColégio Brasileiro de Cirurgiões